Mudança no Google deverá afetar resultados das buscas

mudanças-google-topo

A Google anunciou recentemente em seu blog uma mudança na metodologia de cálculo do seu algoritmo de busca que deverá impactar pelo menos 35% das buscas por resultados orgânicos. A mudança é uma continuação do processo de refinamento do algoritmo que tem como foco a entrega de conteúdo cada vez mais relevante e recente, impondo cada vez mais a obrigação de qualidade nos sites. “Mesmo que você não especifique em sua busca, você provavelmente quer resultados de busca que são relevantes e recentes,” escreveu a equipe do Google no post que anunciou a notícia no blog.

No comunicado do blog o Google explicou a atualização com um exemplo bem simples e atual. Se o usuário buscar por Olimpíadas, ele terá listados prioritariamente os resultados recentes com conteúdo sobre a próxima edição das Olimpíadas em 2012 e não informações sobre as edições passadas. A busca mesmo sem especificar o ano das Olimpíadas irá fornecer informações sobre os acontecimentos mais recentes. Dependendo do termo da busca, o algoritmo irá descobrir se um resultado de uma semana atrás sobre uma série de TV é recente, ou se um conteúdo de uma semana atrás sobre uma versão mais nova de Jailbreak para o iOS 5 já está ultrapassado. As SERP agora contarão com uma espécie de timeline do conteúdo.

Obviamente essa seleção estará inserida em um contexto de busca que irá determinar se o interessante para o usuário será o conteúdo mais recente ou então referências mais antigas. O importante para quem trabalha com SEO – Search Engine Optimization e também para quem trabalha com a geração de conteúdo, é perceber que a partir de agora o buscador terá esse parâmetro em vista.

Segundo o Google, essa alteração não afetará as buscas por temas que não dependem de atualização como fatos históricos, receitas e outros assuntos que não dependem de atualização para serem considerados relevantes.

O que muda com a nova revisão do Google

Vejamos portanto quais são as principais diretrizes anunciadas pelo Google nesta nova revisão:

  • Acontecimentos recentes ou hot topics Para acontecimentos recentes ou tópicos quentes que estão sendo focos de atenção na web, a prioridade será para os conteúdos mais recentes. Quando o usuário buscar por algum evento, como o protesto Occupy Oakland, ele encontrará resultados que acabaram de ser publicados dando assim mais atualidade à pesquisa.
  • Eventos regulares – Alguns eventos ocorrem regularmente, como conferências, datas comemorativas e eleições. Quando for realizada uma buscar sobre eventos desta natureza sem especificação de data ou outra referência, o usuário encontrará resultados dos eventos mais recentes, como as últimas eleições ou até mesmo as preparações para a próxima. Em se tratando de eventos de eventos mais recentes ou ainda em andamento como o Campeonato Brasileirão ou o UFC, o usuário encontrará as informações mais recentes.
  • Atualizações recentes – A Google também preocupou com as informações que tem como característica a mudança constante, mas que não ficam tanto faladas assim.. Se o usuário buscar por reviews de produtos ou informações sobre produtos e serviços, ele encontrará informações atualizadas e mais recentes.

Mudanças no algoritmo do Google prioriza conteúdo mais recente

A mudança é bem recente e ainda estamos avaliando o impacto sobre as buscas. (…)As mudanças certamente irão agregar ainda mais valor às páginas de respostas do Google e é função do analista de SEO adaptar o conteúdo para essa nova realidade.

Com essa atualização, o Google deixa ainda mais evidente sua preocupação com o conteúdo e por isso cabe as equipes encarregadas da gestão de conteúdo dos sites focar cada vez mais no aspecto da renovação do material que é disponibilizado em suas páginas para que seja cada vez mais relevante e com isso conquiste posições cada vez mais privilegiadas nas páginas de respostas.

Fonte: Curso de Ecommerce

Postagens Relacionadas