Guia Youtube Analytics – como analisar seus vídeos

guia-youtube-analytics-topo

*O artigo está na visão do autor original

Não é apenas no seu site que você pode aplicar a inteligência na análise de estatísticas com o Google Analytics. Você também pode aplicá-la no seu canal do Youtube, com a ferramenta Analytics oferecida pela maior plataforma de vídeos do mundo. Para todos que possuem um canal na plataforma, está disponível a ferramenta Youtube Analytics que pode ser facilmente acessada pela URL https://www.youtube.com/analytics.

guia-do-youtube-analytics1

(…)

Visão Geral

Começamos, como no Google Analytics, com uma visão geral da conta que traz as informações mais relevantes de todo o canal. Observem que no Youtube, algumas métricas são muito importantes:

Visualizações brutas;

Minutos assistidos: diz respeito à capacidade de retenção de seus vídeos, que por sua vez é a minha métrica predileta;
Engajamento: inscrição, pessoas que gostaram, favoritaram, etc.

visao-geral-youtube-analyticsHá ainda um resumo de seus vídeos mais assistidos:

youtube-analytics-dez-videos-mais-acessadosComo recurso não menos importante, podemos também saber a localidade em que foram assistidos e onde as pessoas descobriram os vídeos, se foi no próprio Youtube, com código incorporado ou por um dispositivo móvel como smartphone ou tablet:

youtube-analytics-informacoes-demograficas

Aprofundando-se em cada uma das métricas

A visão geral é bem esclarecedora e trará as informações que seriam interessantes para um diretor de empresa, por exemplo, para entender os resultados das ações de um ponto de vista mais genérico, de uma overview. Agora, será possível se aprofundar em cada uma das métricas disponíveis no Analytics do Youtube.

1. Visualizações

Destaco aqui, a opção de acompanhar as visualizações individuais de cada um dos vídeos. Através desse recurso você poderá acompanhar os picos de acesso e relacioná-los a ações de divulgação ou fatores de viralização de seu vídeo.

Temos aqui os dados do primeiro dos vídeos:

youtube-analytics-visualizacoes

1.1 Visualizações por país e por data

Esse é um relatório geral, mas abaixo desse você poderá analisar em detalhes por país e por data:

youtube-analytics-visualizacao-por-pais-localE por data (repare que ordenei as datas com mais visualizações):

youtube-analytics-visualizacao-por-data

2. Informações demográficas

Você está chegando ao público-alvo certo com o seu canal do Youtube?

Através do relatório de informações demográficas é possível saber o país, a idade e o sexo de quem visualizou seu vídeo ou canal. Pena que não dê para saber a cidade… De todo modo é interessante para saber qual tipo de público mais se engaja em seus vídeos e assim direcionar os esforços a esse público-alvo específico.

youtube-analytics-definindo-publico-alvo

3. Locais de Reprodução

Os vídeos de seu canal podem ser assistidos no próprio Youtube, incorporados em outros sites ou em dispositivos móveis, como mencionei acima.

Acho interessante observar essas variações ao longo do tempo. No nosso caso, por exemplo, as pessoas assistiam numa proporção muito próxima tanto em nosso site quanto no Youtube (provavelmente por causa dos desparos de e-mail), enquanto ao longo do tempo preferiam assistir pelo próprio Youtube:

youtube-analytics-locais-de-reproducao1Mas o que eu acho mais interessante nas informações de locais de reprodução, é a possibilidade de saber a participação de todos os sites em que o vídeo foi incorporado. Para isso, clique em Player incorporado a outros sites.

youtube-analytics-player-incorporado-outros-sites

4. Origens de tráfego

Como o próprio nome dá a entender, aqui temos as formas de tráfego responsáveis pelas visualizações dos vídeos:

youtube-analytics-origens-de-trafego

5. Retenção do público

Como falei, a retenção do público é a minha métrica predileta, pois ela permite entender a aceitação do conteúdo do seu vídeo, pois de nada adianta ter um vídeo muito bem acessado se as pessoas não se engajam assistindo-o.

Esse recurso vai permitir visualizar cada vídeo individualmente ou no canal como um todo, em determinado período. Os nossos vídeos, quase todos com mais de uma hora de duração, tiveram uma retenção média de 20,9%, o que considero de grande sucesso:

youtube-analytics-retencao-de-publico

5.1 Retenção relativa do público

Além disso, você pode analisar vídeos individualmente e compara-lós com a média de vídeos de mesma duração em todo o Youtube:

youtube-analytics-retencao-relativa-de-publico

6. Relatórios de envolvimento e engajamento

Estão disponíveis, por fim, os relatórios relativos a envolvimento em seu canal e engajamento, que traz gráficos interessantes com as seguintes possibilidades de segmentação:

  • Período (ao longo de tempo);
  • Origens de tráfego (vídeos);
  • Localização (por país).

Você poderá analisar o envolvimento individualmente para cada uma dessas métricas. É especialmente interessante para descobrir quando as pessoas mais se inscreveram (podendo relacionar a campanhas) ou os vídeos que mais geraram inscritos e assim você poderá entender o que um vídeo, especificamente, tinha que outros não tinham, reforçando nos próximos vídeos as ações que mais geram engajamento.

6.1 Relatórios de Inscrição

youtube-analytics-engajamento

6.2 Gostam e não gostam

youtube-analytics-gostam-e-nao-gostam

6.3 Favoritos

youtube-analytics-favoritos

6.4 Comentários

youtube-analytics-comentarios

6.5 Compartilhamentos

youtube-analytics-compartilhamentos

Conclusão

A ferramenta de Analytics do Youtube é uma excelente forma de você entender o comportamento do usuário em seus vídeos. Ela vai além da análise de simples visualizações, mesmo ainda estando em sua fase embrionária. Mas por ainda estar em desenvolvimento, faltam alguns recursos mais profundos (como saber dados da cidade do usuário), que são indispensáveis para quem gerencia um canal no Youtube, seja individual ou para uma empresa.

Ao meu ver, a métrica mais importante é poder comparar o seu vídeo com outros de mesma duração, para você entender a taxa de sucesso de seu vídeo. Ao longo do curso de SEO, esse recurso foi relevante para eu compreender em que momentos se perdia audiência e pude, portanto, melhorar os vídeos lançados após essa análise.
Ainda assim, essas métricas equivalem a todo o Youtube e também poderiam estar disponíveis para canais e vídeos semelhantes aos seus, bem como regiões equivalentes.

Como se trata de uma ferramenta nova, esperamos que muito esteja por vir e quem sabe um dia não teremos um Youtube Analytics tão poderoso como o famigerado Google Analytics.

Fonte: Imasters

Postagens Relacionadas