Reproduzindo os efeitos: Low Key e High Key

reprefelowkeyhighkey-topo

Afinal, o que é Low Key e High Key?

Fundo preto, sombras marcadas e contraste alto marcam a técnica Low Key.

Esses tipos de imagens podem ser considerados dois extremos da fotografia: a técnica Low Key se beneficia das sombras marcadas, das áreas escuras e da luz dura, enquanto que para se criar uma foto do tipo High Key você precisa abusar da iluminação com luz suave, dos contornos invisíveis e do branco.

Com tanta diferença entre elas, é esperado que cada uma dessas técnicas de fotografia seja usada para um propósito diferente, e é exatamente isso o que acontece. Low Key transmite um sentimento de tristeza, seriedade e mistério, enquanto imagens em High Key são alegres e passam a ideia de esperança e tranquilidade.

High Key

Ao contrário da técnica Low Key, quando você fala em High Key, está se referindo a abundância de luz, brancos estourados e poucas sombras. É obrigatório o uso de iluminação suave, portanto você precisa usar rebatedores ou difusores na frente das luzes.

Diferente de uma foto feita normalmente, na qual a iluminação é posicionada atrás da câmera, de frente para a cena, nesse caso você precisa ter luzes de absolutamente todos os lados. Como fazer isso sem estourar demais ou criar sombras múltiplas? A luz suave é a resposta.

Você pode adicionar filtros posteriormente para estilizar a sua fotografia.

Se você tem em casa uma janela bem grande ou a porta de uma sacada, você pode usá-la como o fundo da sua foto. Para suavizar essa fonte de luz, use um tecido branco cobrindo toda a extensão que vai aparecer na foto.

Se você posicionar um modelo nesse cenário e tentar fotografar, vai ver que o máximo que você vai conseguir é uma silhueta, já que não existe equilíbrio de luz. Você precisa iluminar o seu modelo com o mesmo tanto de luz que está vindo do outro lado, usando sempre, obrigatoriamente, luzes suaves.

Para suavizar uma fonte de iluminação, você pode filtrá-la usando um tecido fino e branco ou papel de seda ou rebater em uma parede branca. Não use a lâmpada do teto para auxiliar, pois ela vai criar sombras. Outra dica importante é pedir para que os seus modelos usem roupas brancas ou claras.

image_01

image_02

image_03

Em um dia de sol, é possível conseguir um bom resultado ao ar livre se você conseguir filtrar toda a iluminação por meio de difusores, usando tecidos brancos de fundo para criar o visual desejado. É preciso ser criativo, usando materiais que você pode conseguir em casa e adaptando para a produção fotográfica.

Para o ajuste da máquina, abra o diafragma o máximo possível e use um tripé para poder criar uma superexposição a partir do tempo também. Não adianta nada ter um cenário completamente iluminado e fotografar no automático: é preciso deixar o obturador aberto mais tempo do que seria recomendado para uma fotografia normal.

Low Key

Por usar menos luz e se aproveitar das sombras, é mais fácil criar o efeito Low Key nas suas fotografias. O ideal é um ambiente totalmente escuro, ou pelo menos em grande parte. Um dos grandes segredos para se conseguir um efeito melhor é usar uma parede preta no fundo, ou o mais escura possível.

Utilize um fundo preto e foco de luz pontual.

Não adianta estar totalmente no escuro se você colocar o seu modelo na frente de uma parede branca. Quando você acender a luz frontal para iluminá-lo, a parede atrás vai funcionar como um refletor, clareando o ambiente.

Além do fundo preto, o ideal é usar apenas uma luz, ou no máximo duas, criando sombras fortes pelo uso da iluminação dura.

Posicione um foco de luz diagonal (de frente para o modelo, porém levemente afastado para o lado), e vá testando até conseguir o efeito que você quer.

Para objetos menores, você pode usar um foco de luz superior e conseguir bons resultados.

A segunda luz precisa ser bem mais fraca, apenas para detalhar a silhueta. Esse foco precisa ficar atrás do modelo, totalmente escondido e, de preferência, vindo de baixo.Lembre-se de que, para um melhor efeito Low Key, você deve usar focos de iluminação pontuais e direcionados, para clarearem apenas a área desejada.

image_06

 image_05

image_04

Efeitos moderados

Se você gostou dessas técnicas, porém não quer um efeito completamente High Key ou Low Key, é possível utilizar os conceitos no dia a dia para aproveitar melhor as sombras e a superexposição no que você estiver fazendo.

image_08

image_07

image_09

Por exemplo, as fotografias acima mostram uma atmosfera suave e iluminação branca, remetendo bastante ao High Key. Para quem quer uma solução menos extremista, essa pode ser uma ótima alternativa.

Esses são apenas alguns exemplos. É possível tirar proveito dos seus conceitos e aplicar isso nas fotografias feitas no dia a dia.

Fonte de textos: Tecmundo

Agora vamos colocar a mão na massa, ou melhor, no Photoshop.

Vamos usar a mesma foto como base para criar os dois efeitos, ficará bem bacana, confiem em mim. ;-)

Iniciaremos pelo “High Key”.

PASSO 1

Pegue uma boa foto para usarmos como base.
Esta eu encontrei no Shutterstock (cod_122418400):

image_10

PASSO 2

Clique sobre a ferramenta “Criar nova camada de preenchimento ou de ajuste” (Create a new fill or adjustment layer)

image_11

PASSO 3

Escolha a opção “Níveis” (Levels) e altere como a seguir:

image_12

Nossa foto ficará assim:

image_13

Note que nossa foto ficou um pouco lavada, e a layer com o efeito possui uma mascara.
O que devemos fazer é usar o pincel para acrescentar ou subtrair pontos de efeito na foto.

Entenda o que quero dizer:

PASSO 4

Clique sobre a ferramenta picel (B).

PASSO 5

Deixe as cores primárias e secundárias como na imagem abaixo:

image_14

Na dúvida, digite “D” para resetar as cores.

PASSO 6

Agora faremos o que eu disse anteriormente, ou seja, usar o pincel para acrescentar ou subtrair pontos de efeito na foto.

image_15

Com isso, iremos exibir alguns detalhes da camada inferior, trazendo assim alguns detalhes que sumiram por causa do efeito “Níveis” no PASSO 3.

E assim ficou a minha:

image_16

São pequenos detalhes (aliás, alguns imperceptíveis nesse tamanho), mas que fazem a diferença na entrega final.

A variação nas nuances das máscaras depende da percepção e do gosto de cada um.

PASSO 7

Clique sobre a ferramenta “Criar nova camada de preenchimento ou de ajuste” (Create a new fill or adjustment layer).

image_11

Escolha “Brilho/Contraste” (Brightness/Contrast) e altere como abaixo:

image_17

PASSO 8

Novamente, vá em “Criar nova camada de preenchimento ou de ajuste” (Create a new fill or adjustment layer).

image_11

E escolha “Exposição…” em seguida, aplique os valores abaixo:

image_18

PASSO 9

Repita o passo 3, mas altere os valores para estes:

image_19

Achei necessário corrigir alguns pontos da imagem, alterando sua máscara como no passo 6.

image_20

PASSO 10

Clique sobre a ferramenta “Criar nova camada de preenchimento ou de ajuste” (Create a new fill or adjustment layer)

image_11

e agora escolha “Mapa de Degradê…”

Em seguida, escolha o degradê padrão, como abaixo:

image_21

PASSO 11

Por fim, repita o mesmo passo, mas escolha a opção “Cuvas…” (Curves) e altere seus valores:

image_22

E aqui está nossa imagem final (High Key):

image_23

Agora vamos para o efeito “Low Key”.

PASSO 1

Vamos usar a mesma como base. 
Shutterstock (cod_122418400).

image_10

PASSO 2

Clique sobre a ferramenta “Criar nova camada de preenchimento ou de ajuste” (Create a new fill or adjustment layer).

image_11

PASSO 3

Vá até a opção:

Escolha “Brilho/Contraste” (Brightness/Contrast) e altere como abaixo:

image_24

PASSO 4

Utilizando a técnica que usamos em “High Key”, clique sobre a ferramenta pincel e em seguida sobre a máscara em determinados pontos (mais uma vez, vai do critério de cada um).

Os pontos que aconselho são próximos ao rosto, para que tenham maior exposição ao final do efeito.

image_25

Até então, nossa foto está assim:

image_26

PASSO 5

Vá novamente até a opção: “Criar nova camada de preenchimento ou de ajuste” (Create a new fill or adjustment layer).

image_11

Escolha “Brilho/Contraste” (Brightness/Contrast) e altere como abaixo:
Brilho: 43 / Contraste: 54

PASSO 6

Repita o passo 4, mas dessa vez vá em “Curvas” (Curves) e deixe como abaixo:

image_27

Note que o efeito forçou demais nossa foto. Novamente, vamos usar a técnica do pincel sobre a máscara para subtrair pontos da imagem.

image_28

PASSO 7

Repita o processo “Criar nova camada de preenchimento ou de ajuste” (Create a new fill or adjustment layer)

image_11

e em seguida escolha “Black & White” (Preto e Branco) e mude como abaixo:

image_29

PASSO 8

Escolha a opção “Níveis” (Levels) e altere como a seguir:

image_30

PASSO 9

Vá novamente até a opção: “Criar nova camada de preenchimento ou de ajuste” (Create a new fill or adjustment layer).

image_11

Escolha “Brilho/Contraste” (Brightness/Contrast) e altere como abaixo:
Brilho: -30 / Contraste: 100

PASSO 10

Por fim, repita o passo 8, mas altere os valores para:
Brilho: -31 / Contraste: -32

image_31

Esse é nosso efeito final (Low Key).

Bom, ensinei o caminho das pedras. Acredito que, caso queira a foto mais escura ou mais clara, você conseguirá facilmente um resultado bastante satisfatório usando essa técnica.

Fonte: iMasters

Postagens Relacionadas