Photoshop CC e Creative Cloud – conhecendo as novidades

Photoshopcceceativecloud_topo

A Adobe lançou o Photoshop CC em meados de junho de 2013.

Vamos tentar entender um pouquinho como é o novo sistema de assinatura e programas em nuvem, para saber se vale a migração do Photoshop CS6 para o Photoshop CC. 
Uma das principais mudanças é a integração com a Creative Cloud. Isso nos possibilita armazenar nossos arquivos em nuvem, diminuindo assim nossa preocupação em perder nossos arquivos.

Essa versão está disponível no site da Adobe, juntamente com a Creative Cloud. Aliás, a Creative Cloud é a grande diferença em relação à versão anterior. Com sua assinatura, podemos adquirir programas de maneira mais fácil e mais barata.

image_20

Com preços como US$ 49 por mês, podemos assinar a Creative Cloud e ter acesso a todos os programas do pacote, atualizações etc.

Só o Photoshop CC sai por US$ 19 mensais. O que, convenhamos, para um profissional que trabalha o tempo todo com Photoshop, é um bom valor.

Preços em Reaisaqui você encontra os valores atualizados e em Reais.

image_21

Outro recurso bacana é a integração com o Behance, que permite divulgar os trabalhos de maneira mais simples e direta.

Passo 1: File > Share Behance

Escreva o título, tags para as buscas e coloque alguns comentários.

image_23

Passo 2: Selecione a capa do seu trabalho que será publicado.

image_24

Passo 3: Pronto, seu trabalho foi publicado.

image_25

Agora vamos às novas ferramentas.

image_22

Shake Reduction

É a mais nova ferramenta de redução de desfoque, ou Shake Reduction. Com ela, podemos melhorar aquelas fotos que ficaram um pouco tremidas. Mas, obviamente, ela não faz milagres nem trabalha sozinha. Precisamos calibrar todos seus recursos para ter um resultado satisfatório.

Ah, também podemos utilizar esse recurso em trechos da imagem.

image_01

Para acessar e conhecer esse recurso, vá em:

Filter > Sharpen > Shake Reduction…

image_02

Aqui é onde podemos alterar as propriedades da nova ferramenta:

image_03

Aqui, após alguns ajustes:

image_04

E um gif com peso reduzido, apenas para compararmos:

img_compara_shake

CSS

Taí uma ótima sacada. O novo Photoshop CC possui um recurso bem útil para quem trabalha com layouts e web: a opção de gerar códigos CSS a partir de camadas.Abaixo, o botão possui algumas características, como cor de preenchimento, gradiente etc. Quando clicamos com o botão direito do mouse, temos a opção Copy CSS, então é só abrir um editor e colar o código, bem simples.

image_05

image_06

Aqui está o código do botão:

image_07

E aqui o do texto:

image_08

Se você for tão chato quanto eu, vai querer “limpar” o código etc. Claro, as mudanças ficam a critério de cada um, mas temos que concordar que esse recurso é uma baita mão na roda.

Camera Raw 8 e suporte a camadas

Para fotógrafos ou para quem gosta de tratar imagens de verdade, a Adobe inovou e melhorou o recurso “Camera Raw”. Agora podemos alterar seus valores por camada, e isso é fantástico.

Filter > Camera Raw Filter…

image_09

Com isso, podemos preservar detalhes, reduzir ruído, equilibrar o branco, exposição etc.

Outro recurso bacana do Camera Raw é o Radial Filter (J).

Com ele, isolamos um determinado ponto e o realçamos, como, por exemplo, se quisermos controlar a atenção do usuário em um ponto da foto.

image_27

Todo o restante da foto é modificado, variando de acordo com as mudanças em cada propriedade, separando, assim, de maneira gradual, nosso ponto específico.

Podemos também inverter o resultado aplicado, alterando o valor em “Effect” para “Inside”.

image_28

image_29

Shapes editáveis e arredondados

Cara, sem dúvida essa foi uma das melhores novidades. 
Agora temos total liberdade na criação/edição de todos os shapes. 
Finalmente podemos editá-los por completo, seja cor de preenchimento, cantos arredondados em separado, contorno etc.

image_10

Um detalhe novo e bem importante é a possibilidade de selecionar várias formas, textos, mascaras etc. de uma só vez.

image_11

Preview Smart Sharpen

Na versão CC, a Adobe incluiu o Preview para o Smart Sharpen e, convenhamos, isso é muito útil.

image_12

Efeito final:

image_13

Preserve Details

Agora temos a possibilidade de preservar (ou diminuir a perda) de detalhes quando interpolamos ou aumentamos o tamanho real da imagem.

Image > Image Size

Através da opção “Resample: Preserve Details (enlargement)”

Existem outras opções, mas falarei delas em um próximo artigo.

image_14

Não se esqueça de testar variações em “Reduce Noise”.

Adobe Exchange

Agora temos um mini browser do Adobe Exchange:

Window > Extensions > Adobe Exchange

image_15

E, com isso, podemos visualizar de maneira prática os plugins, as texturas e todo material da Adobe Exchange, tanto pagos quanto gratuitos.

image_16

*Aliás, quero dizer que achei o “Adobe Paper Textures” bem útil. Com ele, podemos aplicar texturas de maneira muito simples e escolhendo seu blending na aplicação.

Basta clicar sobre a textura e ela será aplicada.

image_17

Timeline

Temos a nossa timeline mantida nessa versão (antigo recurso “animation”).

E podemos adicionar até uma trilha sonora.

Window > Timeline

image_18

(depois farei um artigo inteiro dedicado a esse recurso).

Crop Tool (C)

Essa é outra ferramenta que já vem há muito tempo com o Photoshop, mas obteve boas melhorias.

image_19

Visualizar em tempo real as mudanças de tamanho e rotação no crop podem ser recursos bem interessantes.

Adobe Generator

Essa é enfim uma das grandes novidades do Photoshop CC.

Esse recurso facilita o processo de criação de sites web adaptativos.

Com o nome de “Adobe Generator”, essa nova ferramenta do Photoshop é conectada ao EdgeReflow, um pacote de ferramentas que permite conceber sites “responsive”, ou seja, quando se adapta a qualquer resolução, seja ela de tablet, celular ou computador.

Basicamente, o Adobe Generator permite que usuários exportem automaticamente (mantendo atualizados) os diferentes elementos gráficos de um projeto para web, economizando o tempo que levaríamos para o mesmo serviço.

Para isso, basta renomear a camada/pasta com “.nome.png”.

image_26

Em seguida, vá em:

File > Generate > Image Assets

Bom, é isso, pessoal.

Fonte: iMasters

Postagens Relacionadas