O que você pode aprender com o melhor franqueado do Brasil

melhor-franqueado-topo

Reciclagem de lixo e reaproveitamento do óleo da cozinha são exemplos de iniciativas de Marcos Caliani, proprietário da franquia Água Doce Cachaçaria, unidade de Cuiabá, e que hoje servem de exemplo para a rede. Em abril deste ano, ele conquistou o Prêmio ABF Destaque Franchising na categoria Franqueado, além de ser referência na cidade ele aumentou o faturamento da marca: sua unidade tem faturamento médio mensal de 360 mil reais, mais de quatro vezes a média mensal da rede de 85 mil reais.

Em 2009, Caliani e sua mulher, Janaína Caliani, saíram de Tupã, interior de São Paulo para tentar uma vida nova em Cuiabá. “Durante quatro anos fui procurador da prefeitura, e apesar de não ser do ramo bar e restaurante, a franquia deu certo”, conta Caliani. A escolha da franquia não foi por acaso, pois a matriz da marca fica em Tupã e por conhecer bem o conceito da franquia, achou que seria um bom investimento para Cuiabá.

Ele não se intimidou pelo fato de que uma unidade da Água Doce tinha sido fechada na capital mato-grossense anteriormente. Em 2009, ano em que inaugurou o bar, o faturamento médio mensal da unidade era de 120 mil reais. No ano seguinte, Caliani teve outro desafio: mudar para outro ponto na cidade com capacidade para 600 pessoas.

Após estudo do mercado e aprovação da franqueadora , ele mudou para uma casa com dois ambientes distintos; o bar foi mantido no primeiro andar, enquanto o segundo piso recebe eventos com parceiros como emissoras de rádio. “Tudo praticamente triplicou, antes eram 15 colaboradores e hoje são 50”, afirma ele.

Para interessados em investir em uma franquia, ele diz que o primeiro passo é buscar marcas sérias que ofereçam auxílio e que possam apontar se você tem o perfil indicado para aquele negócio. Confira abaixo outras recomendações de Caliani.

1. Dedicação total

“Tem que ter dedicação e viver o negócio, franquia não é apenas investimento”, afirma Caliani. Ele e a esposa abriram mão da advocacia e da rotina que estavam acostumados quando assumiram a franquia.

2. Aprenda com os outros franqueados

Caliani ressalta a importância de visitar unidades da marca interessada, conversar tanto com proprietários que faturam bem quanto com aqueles que não estão tão bem. “A gente tem uma convenção anual da rede, e procuramos discutir e conversar muito”, explica.

3. Busque novas parcerias para a sua franquia

Reciclar o lixo e reaproveitar o óleo da cozinha da unidade foram ideias que partiram de Caliani. “Tanto pela necessidade quanto pela possibilidade de fazer parcerias locais”, conta.

Entretanto, ele afirma que é essencial respeitar as regras de parcerias da rede. Por exemplo, toda quarta-feira, uma marca de cerveja, parceira da rede, dá nome ao evento e presenteia com uma caneca o cliente que comparece ao bar.

4. Tenha um bom relacionamento com a franquia

Respeite as regras da rede, mas sem deixar de lado o perfil empreendedor. “Não pode deixar de ser empreendedor e deixar de levar ideias”, indica Caliani.

5. Aprenda com os concorrentes

O segundo piso da unidade foi um desafio para Caliani e ele afirma que aprendeu com os concorrentes o que poderia dar certo para o público-alvo de Cuiabá. Ele afirma que mesmo quando viaja, presta atenção nas ações de outros negócios.

Postagens Relacionadas