Como pedir um empréstimo para a sua empresa

como-pedir-emprestimo-empresa-topo

Em matéria de crédito, os bancos são bem simples: mostre que a empresa pode pagar o empréstimo e a chance de conseguir um será muito grande. Os critérios de risco que influenciam na concessão de crédito são conhecidos como os ‘Cinco C’: Caráter, Crédito, Capacidade, Caixa (fluxo) e Colaterais. Eles abrangem características qualitativas e quantitativas.

‘Caráter’ é a reputação do empresário, seu relacionamento com o banco. ‘Crédito’ diz respeito ao histórico de crédito do cliente no mercado. Por exemplo, se o nome da empresa está sujo na praça. ‘Caixa’ mede o potencial de geração de fluxo de caixa da empresa, quel permitirá pagar os empréstimos.

‘Capacidade’ tem a ver com a sensibilidade do negócio às flutuações do mercado. Em outros termos: é a capacidade de pagamento da empresa relacionada a sua estrutura contábil, ativos financeiros, produção etc. Por fim, ‘colaterais’ são as garantias formais.

Um empresário deve conhecer esses critérios, que serão analisados pelo banco durante o processo de concessão de crédito. Não adianta pedir dinheiro sem abrir detalhes contábeis e de produção, sem apresentar garantias ou capacidade de pagamento do empréstimo.

O melhor a fazer é se profissionalizar, com bons sistemas de gestão. Isso permite gerar informações para agilizar o processo de concessão de crédito. Estabelecer um relacionamento com o banco também é importante: um bom histórico torna a concessão mais fácil.

É importante entender que pedir empréstimo não significa implorar por ele. Um empresário bem preparado tem à sua disposição várias opções para obter capital, inclusive abrindo o leque para diferentes bancos. Quanto mais profissionalizada a empresa, maior a chance do processo de tomar empréstimos ser indolor.

Fonte: Revista EXAME

Postagens Relacionadas