10 Fortunas Construídas na Web 2.0

imagem-topo-fortuna-web20

Que a Web 2.0 já deixou muita gente rica isso todo mundo sabe, mas o quanto? Acredite, muito. O potencial de alavancagem financeira da Internet é cada vez maior e por isso, até mesmo sites que a uma primeira vista não tem muito futuro, com a devida engenharia financeira alcançam receitas milionárias em pouco tempo. Cada vez mais uma boa idéia é valorizada neste mundo ávido por novidades que é a Internet. Isso não significa que qualquer idéia venha a deixar você rico, são inúmeros os casos de fracasso, mas como o sucesso é o que interessa, vejamos então o caso de 10 empreendimentos que fizeram verdadeiras fortunas na Web 2.0.

1º Facebook – $700 Milhões de Dólares – www.facebook.com

O Facebook foi criado por Mark Zuckerberg numa altura em que já existiam diversas redes sociais na internet. No entanto esta rede social entrou primariamente no nicho de mercado das faculdades Norte Americanas, e aos poucos foi-se tornando uma referência nos Estados Unidos, até que abriu várias versões em outras tantas línguas, tornando-se atualmente na maior rede social do mundo. Atualmente o volume de faturamento anual estimado para o site é de cerca de $700 Milhões de dólares, com parcerias com grandes empresas como a Microsoft a título de exemplo. A viabilização econômica do negócio se dá através da venda de links patrocinados no próprio Facebook.

2º Mozilla – $120 Milhões de Dólares – www.mozilla.org

Embora a fundação Mozilla não tenha fins lucrativos, ela rende cerca de $120 milhões de dólares por ano, que são investidos no pagamento dos ordenados de todos os trabalhadores e investidores além do desenvolvimento de novos aplicativos, traduções e novidades para a empresa. A fundação foi criada por Blake Ross e David Hyatt, ambos bem abaixo dos 30 anos de idade. Hoje em dia a Mozilla é extremamente conhecida pelo seu browser Firefox e embora já existissem browsers no mercado quando o Firefox apareceu, nada o impediu de se tornar uma referência na internet.

3º Youtube – $85 Milhões de Dólares – www.youtube.com

O Youtube foi criado por Chad Hurley quando este tinha perto de 30 anos de idade. Chad tornou-se um verdadeiro empreendedor online e um webmaster de sucesso quando criou a primeira versão do Youtube, uma página de partilha e publicação de vídeos online, que mais tarde viria a ser comprado pelo Google por 1,5 bilhões de dólares, alterando completamente a vida de Hurley, que ainda assim se manteve a trabalhar no projeto. O video já existia quando Chad o tornou no Youtube, e embora o conceito de sites de partilha de videos ainda estivesse muito verde, a verdade é que o Youtube alterou a forma como o compartilhamento de videos era feita até então. O lucro vem de links patrocinados e serviços especiais.

4º Deviant Art – $75 Milhões de Dólares – www.deviantart.com

A Deviant Art foi originalmente criada por Angelo Sotira e nasceu como um projeto que pretendia reunir a arte e o potencial de vários designers e artistas online. Tornou-se rapidamente numa rede social de arte online e hoje é seguramente a maior do seu gênero. Por ano produz rendimentos na casa dos $75 milhões de dólares e conta com vários milhões de artistas registrados e que todos os dias partilham as suas obras livremente. O retorno se dá pela venda de espaço publicitário e serviços especiais.

5º WordPress– $57 Milhões de Dólares – www.wordpress.com

Embora a grande maioria das referências apontem Matt Mullenweg como o criador do WordPress, existem outras que apontam Alexander Levin como o cérebro por detrás da primeira idéia formal do projeto. Independentemente disso, o WordPress surgiu há 5 anos, numa altura em que já existiam outras plataformas para blogs, mas onde existiam claramente lacunas e opções para um crescimento sustentado no mercado. Atualmente o WordPress rende cerca de 57 milhões de dólares por ano, majoritariamente produzimos pelo WordPress.com e pelos seus serviços prestados a clientes.

6º Biz Chair – $42 Milhões de Dólares – www.bizchair.com

A Biz Chair, a primeira vista, parece um modelo de negócio básico. Vender cadeiras. No entanto o seu criador, Sean Belnick, com menos de 20 anos de idade projetou o negócio com o intuito de vender apenas cadeiras de escritório, tanto para empresas como para executivos. Ao setorizar o seu modelo Sean conseguiu ganhar visibilidade e hoje o projeto rende cerca de $42 milhões de dólares por ano. É um caso típico de sucesso de atuação em um nicho de mercado.

7º Digg – $31 Milhões de Dólares – www.digg.com

O Digg é seguramente o maior agregador de conteúdos do mundo, e foi criado por Kevin Rose, considerado atualmente como um dos webmasters mais influentes da internet. Durante vários meses foi dado como provavelmente parte da Google, numa proposta de vários milhões de dólares, mas ao que parece Kevin resistiu e o Digg continua a crescer diariamente, tendo já ultrapassado a meta dos $30 milhões de dólares de faturamento por ano. Depois da criação e do sucesso do Digg, surgiram na internet muitos milhares de clones a tentarem a sua sorte em nichos de mercado específicos e línguas próprias, sendo que atualmente o mercado encontra-se um pouco saturado deste tipo de aplicativos. O faturamento tem como origem principal a venda de espaço publicitário.

8º Mini Clips – $23 Milhões de Dólares – www.miniclip.com

O Mini Clips foi criado por Robert Small, um jovem webmaster que entrou num nicho de mercado idêntico ao do PopCap Games, ou seja, jogos online e jogos flash, e conseguiu aos poucos tornar-se uma referência num conceito mini. Os jogos são em formato curto e de execução rápida, e o site encontra-se atualmente traduzido para várias línguas, o que ajuda muito no crescimento global. Atualmente o site rende algo como $23 milhões de dólares em publicidade e aluguel da plataforma para grandes portais.

9º Stat Counter – $18 Milhões de Dólares – www.statcounter.com

O Stat Counter é um serviço de análise métrica de dados tal como acontece com o Google Analytics. Como a questão de monitoramento de tráfego em sites e lojas virtuais está em alta o sucesso foi imediato. Este serviço é extremamente completo a vários níveis, e embora tenha uma versão gratuita até 250k pageviews/mês, a partir dai ele é um serviço pago. O seu criador Aodhan Cullen fatura anualmente cerca de $18 milhões de dólares, provenientes desses pacotes e também de publicidade veiculada no site.

10º The Pirate Bay – $10 Milhões de Dólares – www.thepiratebay.org

Este é seguramente um nicho de mercado pelo qual não o aconselhamos a enveredar. As questões legais em torno dos torrents e da partilha ilegal de arquivos podem não compensar os lucros anuais do projeto. O Pirate Bay foi fundado por Fredrik Neij e embora esteja praticamente todos os anos envolvido em questões legais em tribunais, é um projeto que rende $10 milhões de dólares por ano em publicidade.

Fonte: Blog do Ecommerce

Postagens Relacionadas