O poder do uso de blogs em e-commerce

opoderdousodeblogsecommmerce_topo

Poder Blog Ecommerce

Com o rápido avanço da internet em todos os âmbitos, a forma de consumir passou por uma série de mudanças. E esse consumo não se restringe ao caráter exclusivamente financeiro da coisa toda, mas também se estende à forma de consumir informação. No meio virtual, essas duas frentes se unem e transformam o papel do comprador: se antes ele ia na onda das tendências, hoje é ele quem indica o que quer, como quer e quanto quer.

E na terra onde o consumidor é quem manda, é preciso oferecer muito mais do que simplesmente e individualmente um produto ou serviço. Junto a esses itens, é preciso constar no pacote informação relevante, bom e rápido atendimento, e uma relação amistosa, como um papo entre amigos.

Organizando a informação de uma forma leve

No caso do conteúdo de relevância, uma das melhores opções para o e-commerce é o uso de blogs. “Mas espere, eu já tenho meu site, preciso ainda de um blog?” A resposta é sim, e você já vai entender o porquê.

O site que abriga a sua loja virtual deve ser, como o próprio nome diz, uma loja. Claro que um bom conteúdo específico, como a descrição dos produtos e categorias, informações sobre a empresa, entre outros dados do tipo, podem e devem estar presentes, porém, o blog serve como um canal que, além de agregar valor informativo à loja, oferece ao consumidor um conteúdo muito mais rico, que de fato pode trazer algo de novo à vida e ao dia a dia do seu cliente. Enquanto os textos do site institucional / e-commerce são mais curtos e diretos, os textos de blog podem ser mais leves, fluídos e até mesmo divertidos.

Entendendo seu target e oferecendo a informação certa

Porém, é preciso saber fazer bom uso desse valioso espaço, entendendo o que o seu público procura. Em primeiro lugar, é preciso fazer com que os canais conversem entre si e tenham uma conexão de ideias. De nada adiantaria ter uma loja virtual de artigos de casa e publicar no blog da empresa um sem-fim de matérias que falem sobre boa forma, por exemplo.

Se o público procura artigos de casa, ele certamente procura dicas de como usar esses itens na decoração de um jeito diferente, truques para deixar a casa mais bonita, tutoriais de objetos que ele mesmo pode fazer, entre outras coisas dentro desse universo. Seja criativo, mas não exagere na abertura do leque! Saiba estimular o interesse, e, consequentemente, a compra.

Insira no texto links para produtos do seu site, mas seja natural. Imagine-se sempre no lugar do consumidor, e pense que você não gostaria de ver um trecho totalmente sem sentido no conteúdo, que está presente no contexto apenas para oferecer um item ou serviço.

Uma dica bacana de postagem é, ainda usando o site de artigos para casa, fazer um texto que compare determinados produtos úteis para algo específico, colocando os produtos da sua loja como sugestão. Exemplo:

Título: “Quais tipos de faca são indispensáveis para sua cozinha?”

Conteúdo: discorrer sobre quais tipos de faca cada alimento precisa (“para cortar queijos, a faca de tamanho X com lâmina Z é imbatível!” “Para carnes em peças grandes, uma boa faca com lâmina W e ponta Y é a melhor escolha”), e ao final, colocar alguns exemplos das facas citadas no texto que tenham modelos no estoque da sua loja, com imagens e preços. Você estará sendo natural, oferecendo informação, e, de quebra, incluindo links para o seu e-commerce.

Cuidados com o seu blog

Se você quer que seu blog se torne referência no segmento em que sua empresa atua, trate-o com muito carinho. Escreva (ou contrate um bom redator) textos bem construídos, sem erros gramaticais, de fácil leitura, e que conquistem o seu leitor.

A quantidade de postagens também é um ponto importante, pois a partir de certo momento, quando o leitor se familiariza com a leitura, ele fica esperando o conteúdo novo. Por isso, antes de colocar o blog no ar, determine quantos posts você pode fazer semanalmente, e o que eles abordarão. E, claro, não há nada que impeça que um assunto interessante de “última hora” entre na pauta e torne-se uma postagem extra.

Otimize corretamente o conteúdo, permitindo que ele seja entendido e indexado pelo Google, sem abrir mão da qualidade do que você postará. Capriche no layout, e não deixe de usar boas imagens para ilustrar o texto.

Proporcionar aos clientes informação interessante é uma das mais expressivas ferramentas não só para incentivar o estreitamento das relações do consumidor com a marca, mas também para estimular o compartilhamento desses conteúdos, atraindo ainda mais potenciais clientes e, consequentemente, mais lucro para seu comércio virtual.

Fonte: Conversion

Postagens Relacionadas